As mais recentes opiniões de especialistas em CancerClotTM

Descubra o que há de novo sobre os temas do tromboembolismo venoso (TEV) e da trombose associada a cancro (CAT). A gestão de CAT é complexa e muitas considerações, opções de tratamento e recomendações assumem um impacto importante nos cuidados ao doente. Aqui, em CancerClot™, ao consultar as opiniões de especialistas, poderá atualizar-se e conhecer as boas práticas recomendadas por alguns dos principais clínicos que lideram este assunto.

Dr. G. E. Raskob: Porque é que precisamos de estar atentos à CAT?

O tema cancro é falado por todos, mas muitas pessoas não sabem que o cancro é também um dos principais fatores de risco do TEV. Podemos mudar isso e otimizar a consciencialização, implementar protocolos de avaliação de risco de TEV nos sistemas de saúde em todo o mundo. Junte-se a nós e saiba mais sobre este tema.

Falta de consciencialização sobre CAT entre os oncologistas médicos

O Dr. Robert El-Maraghi aborda a falta de consciencialização sobre o tromboembolismo venoso (TEV) na gestão diária dos doentes oncológicos. O que se segue destaca esta problemática e como os doentes são frequentemente geridos na prática clinica diária. Analisam-se algumas situações pouco valorizadas e como a abordagem aos doentes pode ser melhorada.

ECPC – Porque é que o tema Trombose Associada a Cancro (CAT) está na nossa agenda?

A primeira vez que ouvimos falar sobre a relação entre cancro e trombose foi durante um evento no Parlamento Europeu, no dia 13 de outubro de 2016, o Dia Mundial da Trombose. Durante o evento, foi apresentado um relatório com as conclusões de um Grupo de especialistas em Trombose e Cancro que salienta que a Trombose Associada ao Cancro é uma causa de morte negligenciada em Oncologia. Quando ouvi essa notícia, soube que queria fazer mais para garantir que os doentes com cancro, os profissionais de saúde e os familiares estivessem mais atentos a esta importante condição ...